Unidades Básicas de Saúde

A Unidade Básica de Saúde (UBS) é o estabelecimento da Atenção Primária, responsável por cuidar de você e da sua família. Conhecida anteriormente como Centro de Saúde, Posto de Saúde, Clínica da Família ou Postinho, a UBS é a principal porta de entrada na Rede de Atenção à Saúde do SUS. 

As equipes das Unidades Básicas de Saúde são formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, e também podem ser compostas por dentistas e técnicos em higiene bucal. Estes profissionais estão organizados em equipes de Saúde da Família (eSF) e equipes de Saúde Bucal (eSB) e oferecem diferentes tipos de atendimentos e procedimentos.

As equipes estão aptas a atenderem bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos, ou seja, o acompanhamento com a mesma equipe se dá ao longo das diferentes fases da vida e você e sua família terão sempre uma equipe com quem contar.

Algumas unidades contam também com equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB), que pode ser formada por psicóloga(o), fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudióloga(o), farmacêutica(o), terapeuta ocupacional, assistente social e outros profissionais de saúde.

Todo cidadão tem uma UBS de referência de acordo com o endereço de residência. Você pode descobrir qual é a sua Unidade Básica de Saúde de referência, clicando aqui.

Nas Unidades Básicas de Saúde você conta com as seguintes ações de promoção, prevenção e tratamento:

  • Acolhimento;
  • Acolhimento/avaliação da mãe-bebê após alta na maternidade;
  • Cadastramento individual e domiciliar;
  • Assistência de enfermagem, médica, odontológica e multiprofissional;
  • Consultas individuais e coletivas;
  • Atenção à saúde da gestante, criança, adolescente, mulher, homem, LGBTQIA+ e idoso;
  • Acompanhamento de Pré-natal e Puerpério;
  • Planejamento reprodutivo, colocação de DIU, entrega de preservativos (masculinos e femininos) e contraceptivos;
  • Desenvolvimento das ações de controle da dengue e outros riscos ambientais em saúde;
  • Identificação, tratamento e acompanhamento da tuberculose e hanseníase;
  • Ações de promoção da saúde e proteção social na comunidade;
  • Visita domiciliar;
  • Promoção da Saúde e Práticas Integrativas em Saúde (PIS);
  • Controle do tabagismo, álcool e outras drogas;
  • Acompanhamento dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF);
  • Acompanhamento de doenças crônicas, incluindo hipertensão e diabetes;
  • Teste diagnóstico, tratamento e acompanhamento de dengue, zika, febre amarela e outras viroses (transmissíveis por vetores – mosquitos);
  • Eletrocardiograma;
  • Exames laboratoriais: sangue, urina, fezes e escarro;
  • Teste rápido de sífilis, HIV e Hepatites;
  • Teste rápido de gravidez;
  • Curativos, retirada de pontos, troca de sondas e ostomias, suturas e pequenos procedimentos;
  • Vacinação;
  • Coleta de exames laboratoriais;
  • Confecção de Cartão SUS;
  • Encaminhamento para especialidades médicas ambulatoriais e especializadas;
  • Entrega de medicamentos e insumos básicos;
  • Dispensação de fraldas e insumos para bexiga neurogênica;
  • Prevenção, aconselhamento, testagem e tratamento de HIV/ Aids, Hepatites, Sífilis e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);
  • Rastreamento de câncer de colo de útero e mama;
  • Administração de medicamentos e nebulização, entre outras ações e serviços;
  • Saúde mental;
  • Saúde bucal;
  • Relatórios e laudos médicos, atestado de saúde e escolar;
  • Atendimento de pequenas urgências, como febre, tosse, dor de ouvido, dor de garganta, dor de cabeça, dor de dente, dor de barriga, enjoo e vômitos, diarreia, problemas com a amamentação, palpitação, mal estar, pequenos ferimentos, pressão alta, diabetes, pequenas queimaduras, mordedura ou arranhadura de animal, picada de insetos, urticária, unha encravada, troca de curativo, fraqueza, tremores, retirada de pontos, problemas com colesterol, problemas com álcool ou outras drogas, problemas menstruais, suspeita de gravidez, violência doméstica, ansiedade, depressão, suspeita de dengue, inchaço, e outros problemas que não colocam sua vida em risco imediato.

O acolhimento em qualquer Unidade Básica de Saúde está garantido a todo cidadão. Ao chegar na UBS, você será acolhido por um profissional da equipe que avaliará o tipo de atendimento que pode ser imediato (casos agudos e de maior gravidade), vacinação, agendamento ou encaminhamento à unidade de saúde responsável pelo território da sua residência.

Quando houver a necessidade de consultas, exames ou atendimentos com profissionais que não atendem na UBS, como por exemplo, cardiologista, oftalmologista, ortopedista, neurologista, psiquiatra, o profissional da Unidade Básica de Saúde faz a solicitação do agendamento dos atendimentos, via sistema de regulação, que serão realizados em outros estabelecimentos de saúde.

IMPORTANTE: Para os serviços de vacinação, farmácia básica e em situações de urgência, o cidadão poderá buscar o atendimento em qualquer unidade, independente do endereço residencial.

 

  • Recomendamos que o cidadão compareça à Unidade Básica de Saúde com os seguintes documentos:
  • Documento oficial de identificação com foto.
  • Comprovante de residência (não obrigatório).

     

IMPORTANTE: O acolhimento não pode ser negado ao cidadão por falta de documentação.

Ao ser cadastrado é muito importante que o cidadão solicite o correto preenchimento do cadastro para pessoas em situação de vulnerabilidade nos Sistemas de Informação da SES/DF, como por exemplo:

  • Nome Social
  • Quesito raça/cor
  • População em Situação de Rua

A qualidade das informações em nossos sistemas são fundamentais para a promoção de políticas de equidade e ampliação do acesso à saúde aos segmentos da população mais vulnerável.

As informações de endereço, localização e horário de funcionamento das Unidades Básicas de Saúde do Distrito Federal podem ser acessadas no  Encontre a sua UBS.