Centros de Atenção Psicossocial

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são serviços públicos especializados em saúde mental que atendem pessoas que apresentam sofrimento psíquico intenso. Eles oferecem atendimento multidisciplinar que reúne médicos, assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, dentre outros especialistas.

Pessoas com transtornos mentais graves e persistentes (adultos, crianças e adolescentes) incluindo aqueles decorrentes do uso nocivo de álcool e outras drogas. Exemplos: dificuldade de manter o autocuidado em decorrência de algum transtorno mental, tentativa recente de suicídio, ideações suicidas recorrentes, presença de alucinações e delírios, dependência química, dentre outros.

Os CAPS funcionam de porta aberta, ou seja, acolhem demanda espontânea, não sendo necessário encaminhamento para ser atendido neste serviço.

Após avaliação inicial (acolhimento) a equipe formulará um plano terapêutico com estratégias de cuidado, adequadas à necessidade de cada usuário, visando o seu processo de tratamento e reabilitação psicossocial. Os atendimentos acontecem individualmente e/ou em grupos. Os familiares das pessoas em sofrimento psíquico grave também podem participar de atividades nesses serviços.

Os pacientes com transtornos mentais leves a moderados não têm indicação de acompanhamento nos CAPS, mas sim nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que são as portas de entrada preferencial para os serviços públicos de saúde, por meio das equipes de Saúde da Família (eSF). Há processo contínuo de comunicação entre a eSF e as equipes especializadas em geral, incluindo os CAPS.

Tentativa iminente ou em curso de suicídio, agitação psicomotora intensa, risco de agressividade a si mesmo ou a terceiros, repercussões clínicas por incapacidade grave de autocuidado, como recusa alimentar, flutuação de consciência, confusão mental, dentre outros.

Caso os familiares ou amigos não consigam levar o paciente até um serviço médico de urgência e emergência, podem acionar o SAMU para orientações por meio do número 192.

Após a alta hospitalar, os pacientes serão direcionados ao serviço de saúde mais adequado à continuidade do seu tratamento.

Atualmente a SES/DF conta com 18 (dezoito) CAPS de todas as modalidades, distribuídos por todas as Regiões de Saúde do DF. Para saber os endereços, telefones, horário de atendimento e qual o CAPS de referência da sua região e/ou cidade acesse: Encontre o CAPS mais próximo.